Saturday, March 2, 2013

Chuck eye stew with sauteed breadcrumbs and kale // Agulha de vaca estufada com migas

I love March. The days are getting bigger. The sun seems to be knocking at our door. I wish later today Portugal didn't have to engage in a colective demonstration to fight for a dignified smile at the end of the day.

While I'm cooking, I'm in a bubble. No struggles, no students abandoning school for not being able to afford it, no parents with tears for not being able to provide for their children, no adults returning to their aged parents' homes, no holes in t-shirts, no unemployed, no salaries completely ripped apart by inhumane taxes.

I'm cooking chuck eye stew.
 
Pour about half a glass of olive oil in a pot. Add the chuck eye, 1 onion - cut in quarters -, 3 garlic cloves, 1 bay leaf, 2 carrots (cut in halves) and 1 tablespoon of red pepper paste. Pour about a glass of white wine and water until it covers the meat. Season with salt and black pepper.

Let it cook for about 45mn in a pressure cooker. Cut it in slices and let it cook for about 10 to 15 minutes to absorb some of the sauce.


Meanwhile, prepare the "migas", i.e. the sauteed breadcrumbs and kale. This brilliant Portuguese side dish is incredibly easy to make. 

In a pot, heat a bit of olive oil, 3 sliced garlic cloves and 1 bay leaf. When the garlic starts to soften, add boiled kale, thinly chopped. 


After a few minutes, add a plate-full of breadcrumbs from corn bread and stir. You might include black eyed beans if you want to.



Serve with french fries. And don't underestimate the power of the sauce that is created by cooking all the ingredients in the pot - what a tasty little potion. 


All ingredients matter. All people matter.

... 
 
Adoro Março. Os dias estão a ficar maiores. O sol parece estar a bater-nos à porta. Quem me dera que mais logo Portugal não tivesse de se unir numa manifestação colectiva para lutar por um sorriso digno no final do dia.

Enquanto estou a cozinhar, estou numa bolha. Sem lutas, sem alunos a abandona a escola por não conseguir pagá-la, sem pais com lágrimas por não conseguir sustentar os filhos, sem adultos a regressar a casa dos seus pais envelhecidos, sem buracos em t-shirts, sem desempregados, sem salários completamente estraçalhados por impostos desumanos.

Estou a cozinhar estufado de agulha de vaca.
 
Deita cerca de meio copo de azeite num tacho. Junta a agulha, 1 cebola - cortada em quartos -, 3 dentes de alho, 1 folha de louro, 2 cenouras (cortadas à metade) e 1 colher de sopa de massa de pimentão. Deita ainda cerca de um copo de vinho branco e água until até cobrir a carne. Tempera com sal e pimenta preta.

Deixa cozinhar durante cerca de 45 minutos numa panela de pressão. Corta em fatias e deixa cozinhar durante cerca de 10 a 15 minutos para absorver uma parte do molho.

Entretanto, prepara as "migas". Este genial acompanhamento português é incrivelmente fácil de fazer. 

Num tacho, aquece um pouco de azeite, 3 dentes de alho fatiados e 1 folha de louro. Quando o alho começar a amolecer, junta couve cozida, cortada finamente. Depois de alguns minutos, junta um prato cheio de broa de milho ralada / cortada em pedaços pequenos e mexe. Podes incluir feijão frado, caso queiras.

Serve com batatas fritas. E não subestimes o poder do molho que é criado ao cozinhar todos os ingredientes no tacho - que poção saborosa. 

Todos os ingredientes importam. Todas as pessoas importam.

22 comments:

  1. That looks great but the item that really caught my eye is the kale-that looks delicious! :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. There's something about home-grown greens that makes them even more beautiful. ;)

      Delete
  2. Essa carne tem muito bom aspecto e as migas para acompanhar ficam perfeitas.
    Bom fim de semana
    bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada. Como costumo dizer cá por casa, até ao pequeno-almoço as tomava. Bom fim de semana também, beijinho.

      Delete
  3. Ooh, the beef looks so tender. Yum!

    ReplyDelete
    Replies
    1. I love this cut for this type of recipe: the meat is more tender and tasty.

      Delete
  4. Alex.
    Que carne deliciosa, agora as migas estão incomparáveis!!!!!
    Bom fim de semana e beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada. Não me canso de repetir: iam até ao pequeno almoço. ;) Beijinhos!

      Delete
  5. Chuck roasts make the most delicious stew...in fact, your whole meal looks wonderful!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Thank you, Liz. Have a great weekend!

      Delete
  6. Mmmm I can feel my salivation starting to overflow ;)

    Cheers
    CCU

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eeheheh Trust me: the "migas" are well worth it. :P

      Delete
  7. Bom dia Alex,
    É uma deliciosa combinação há muito tempo não saboreio migas, muito boa combinação e sugestão.
    Beijo,
    Vânia

    ReplyDelete
    Replies
    1. É um dos meus acompanhamentos preferidos - um daqueles que me sabem sempre a "casa". :) Beijinhos!

      Delete
  8. Boa tarde...
    Uma sugestão muito apetitosa... Adoro estas migas!
    Bjs

    ReplyDelete
  9. Terrific looking dish! I've never made migas - you're right that it's easy, and it looks incredibly tasty. Good stuff - thanks.

    ReplyDelete
    Replies
    1. A (not-that-big-of-a) trick is to use good quality corn bread. Delicious.

      Delete
  10. não consigo resistir a umas boas migas!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ui, nem eu. Já fui a muito restaurante só por causa das migas - eu sei, podia dar-me para pior.

      Delete
  11. É estupendo esse prato Alex, acompanhado por umas belas migas... quem resistiria ? Eu não ! :)


    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada. Que elogio bom! :) Há pormenores da cozinha portuguesa que são fantásticos - as migas são um tesouro.

      Delete