Tuesday, January 19, 2016

Bacon and Mushroom Pie // Tarte de Bacon e Cogumelos



Here's my suggestion for today: a bacon and mushroom pie:


Ingredients:

1 package of puff pastry
olive oil
150g bacon
200g mushrooms
3 padrón peppers (chopped)
1 onion
1 garlic clove
1 cube of Knorr vegetable stock
200g cream
3 eggs
2 tablespoons of chopped chives 
nutmeg (to taste)
salt and pepper (to taste)


In a frying pan, cook the bacon in olive oil. Add the onion and the garlic clove and cook until the onion is soft. Add the mushrooms, the padrón peppers and the Knorr cube. After a couple of minutes, take from the heat and reserve.

Pre-heat the oven to 180ºC.

Beat the cream and the eggs. Season with the chives, the nutmeg, the salt and the pepper.

Cover a round baking tray with the puff pastry (poke a couple of holes with the help of a fork). Spread the mushroom mixture, and finally pour the cream mixture.

Let it bake in the oven for 30 minutes to 180ºC.

You can serve the pie hot or cold (I prefer it hot, though).


Enjoy!
Aqui fica a minha sugestão para hoje: uma tarte de bacon e cogumelos:


Ingredientes:

1 embalagem de massa folhada
azeite
150g de bacon
200g de cogumelos
3 pimentos padrón
1 cebola
1 dente de alho
1 cubo Knorr de caldo de vegetais
200g de natas de culinária
3 ovos
2 colheres de sopa de cebolinho picado
noz moscada (a gosto)
sal e pimenta (a gosto)


Numa frigideira, cozinhem o bacon em azeite. Adicionem a cebola e o alho e cozinhem até a cebola amolecer. Adicionem os cogumelos, os pimentos padrón e o cubo Knorr. Depois de alguns minutos, retirem do lume e reservem.

Pré-aqueçam o forno a 180ºC.

Batam as natas e os ovos. Temperem com o cebolinho, a noz moscada, o sal e a pimenta.

Cubram uma forma redonda com a massa folhada (façam furos com a ajuda de um garfo). Espalhem a mistura de cogumelos, e finalmente vertam a mistura de natas.


Deixem cozer no forno durante 30 minutos a 180ºC.

Poder servir a tarte quente ou fria (eu prefiro-a quente).


Bom apetite!

Sunday, January 10, 2016

Sangria-style Peach Gelatin Dessert // Sobremesa de Gelatina de Pêssego tipo Sangria



Lightning! Lightning everywhere!

Saint Peter sure has a funny way to answer back to those who kept complaining about the high temperatures in December.


I have a lot of work to do at home, so watching the pouring rain outside my living room balcony is not that bad. And it's saving me a couple of euros, as there's little appetite to shop around under this weather. But you can always find the time and mood to enjoy the nice things in life, can't you? Like going out for dinner with your friends, absolutely ignoring Saint Peter's little treat. That was my Friday night.

Three jugs of sangria. Three. Laughs, stories, plans. In the blink of an eye... and then there were none.

The sangria was so good, I kept thinking of other versions of it. My mind stopped at the idea of a peach and basil one. But I couldn't make another sangria so soon. So I decided to do a quick version of it, dessert style. With the flavours, without the alcohol.

So here's my recipe for a quick and easy Sangria-style Peach Gelatin Dessert:



Ingredients:

2 packets of peach gelatin
1 liter of water
redcurrants
3 basil leaves



Prepare the gelatin according to the instructions in the box (after boiling 500ml of water, add the gelatin mix, and while stirring, add 500ml of water at room temperature).

Place some redcurrants in the bottom of serving classes. Carefully pour the gelatin, and leave for a couple of hours in the refrigerator.

When you are about to serve, place the basil leaves and more redcurrants on the top.

Enjoy!
Relâmpagos! Relâmpagos por todo o lado!

O São Pedro tem mesmo uma maneira engraçada de responder a quem não parava de reclamar das temperaturas elevadas em dezembro.

Tenho muito trabalho para fazer em casa, por isso ver a chuva a cair do lado de lá da varanda da minha sala de estar não é mau. E está a fazer-me poupar alguns euros, já que há pouco apetite para ir às compras debaixo deste tempo. Mas pode-se sempre arranjar tempo e disposição para as coisas boas da vida, não pode? Como ir jantar com amigos, ignorando por completo o miminho do São Pedro. Assim foi a minha sexta à noite.

Três jarros de sangria. Três. Risos, histórias, planos. Num piscar de olhos... era uma vez a sangria.

A sangria estava tão boa, que não parava de magicar outras versões. A minha mente parou na ideia de uma sangria de pêssego e manjericão. Mas não podia fazer outra sangria tão cedo. Por isso decidi fazer uma versão rápida, em estilo sobremesa. Com os sabores, e sem o álcool.

Então aqui está a minha receita de uma Sobremesa de Gelatina de Pêssego tipo Sangria:


Ingredientes:

2 pacotes de gelatina de pêssego
1 litro de água
groselhas
3 folhas de manjericão



Preparem a gelatina conforme as instruções no pacote (depois de ferverem 500ml de água, juntem o preparado de gelatina, e enquanto mexem, adicionem 500ml de água à temperatura ambiente).

Coloquem algumas groselhas no findo dos copos nos quais vão servir a gelatina. Cuidadosamente, vertam a gelatina, e coloquem no frigorífico algumas horas.

Antes de servirem, coloquem as folhas de manjericão e mais groselhas no topo.


Bom apetite!



Wednesday, January 6, 2016

Potato and Radish Salad with Mustard Dressing // Salada de Batata e Rabanete com Molho de Mostarda


What. A. Rainy. Day.

My way to survive? As soon as I got off work, I spent as much time as I wanted having fun in the aisles of El Corte Inglès. I had a secret personal mission which, to my satisfaction, was successful. As some of you know - those who follow me on Instagram - I've confessed my addiction to the Ras El Hanout spice mix by Al'fez. I was almost running out of the seasoning - magic, to say the least -, so I had been looking it up online, but today I found it and had to bring it home. So happy! [There is something so special about that scent of cinnamon, lavender and cloves I haven't found anywhere yet.. you really must try it.]


DO YOU HAVE A FAVOURITE SEASONING RIGHT NOW, TOO?


But today's recipe has nothing to do with this seasoning. I brought salmon to grill, and I decided to serve it with a potato and radish (the last ones came home with me today as well) salad with mustard dressing we love here at home.

Here's the recipe:

Ingredients:

potatoes
water and salt (to cook the potatoes)
radish

Dressing:
4 tablespoons olive oil
1 tablespoon vinegar
1 tablespoon Paladin mustard 
oregano to taste


Cut the potatoes in half (or quarters, if they are big) and boil them for 15 minutes.

Slice the radish thinly.

Blend the olive oil, the vinegar, the mustard and the oregano.

Place the potatoes and the radish in a serving dish and coat it with the mustard dressing. 


Enjoy!
Que. Dia. De. Chuva.

A minha forma de sobreviver? Assim que saí do trabalho, passei o tempo que me apeteceu a divertir-me nos corredores do El Corte Inglès. Tinha uma missão pessoal secreta que, para minha satisfação, foi bem sucedida. Como alguns de vocês sabem - os que me seguem no Instagram - confessei o meu vício pelo tempero Ras El Hanout da Al'fez. Já estava quase a ficar sem tempero - mágico, e é dizer pouco -, por isso tinha andado à procura dele online, mas hoje encontrei-o e tive de o trazer para casa. Tão feliz! [Há algo tão especial naquela fragrância de canela, alfazema e cravo-da-índia que ainda não encontrei em lado nenhum.. têm mesmo de experimentar.]


TAMBÉM TÊM UM TEMPERO PREFERIDO NESTE MOMENTO?


Mas a receita de hoje não tem nada a ver com este tempero. Trouxe salmão para grelhar, e decidi servi-lo com uma salada de batata e rabanete (os últimos que também vieram hoje comigo) com molho de mostarda que adoramos aqui em casa.

Aqui está a receita:

Ingredientes:

batatas
água e sal (para cozinhar as batatas)
rabanetes

Molho:
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de mostarda Paladin
oregãos a gosto


Cortem as batatas em metades (ou quartos, se forem grandes) e cozam-nas durante 15 minutos.

Cortem os rabanetes em fatias finas.

Misturem o azeite, o vinagre, a mostarda e os oregãos.

Coloquem as batatas e os rabanetes num prato para servir e cubram-nos com o molho de mostarda.


Bom apetite!

Tuesday, January 5, 2016

Tagliatelle with bacon and tomato // Tagliatelle com bacon e tomate


Hello, dear friends!

It's been quite a while, hasn't it? Rest assured: nothing happened to me, I've been having so much work that little time remains. But I still get time to taste the sweet things in life, don't worry.

I still cook, I still create, I still make things up and I especially still mess things up.

So I naturally turn to more immediate social media, such as Facebook or Instagram - where mostly I've been posting about my favourite places to eat and drink - I recommend my hashtags

#alexknowswheretoeat
and
#alexknowswheretodrink

But as I said, I still cook. I mean, I have to. It would be nice to have a cook and a sushi-man at home full time (at least that's the point I made a couple of hours ago, while I was having a wonderful lunch at the recent BB Villa in Vila Nova de Gaia, Portugal), but we all know that's not going to happen. And it would be nice to have more time to create different dishes, but some days all I need is a simple pleasant meal. Like this tagliatelle with bacon and tomato I cooked tonight.

Here's the recipe:

Ingredients:

300g tagliatelle
water and salt (to cook the tagliatelle)
3 garlic cloves (chopped)
200g bacon
250g chopped tomato
1 tablespoon of butter
dried thyme



Boil the tagliatelle for around 20 minutes.

Add the garlic cloves and the bacon to a heated frying pan. Let it fry. Meanwhile, add the butter, to add some flavour.


When the bacon is fried, add the tagliatelle (drained). Stir.

Add the tomato and stir again. 

Finally, serve it with some dried thyme.



Enjoy!
Olá, caros amigos!

Há que tempos, não? Tenham calma: nada me aconteceu, tenho tido tanto trabalho que resta pouco tempo. Mas ainda consigo arranjar tempo para provar as coisas doces da vida, não se preocupem.

Ainda cozinho, ainda crio, ainda invento, e especialmente ainda faço disparates.

Por isso naturalmente viro-me para meios sociais mais imediatos como o Facebook ou o Instagram - onde maioritariamente tenho publicado sobre os meus sítios preferidos onde comer e beber - recomendo as minhas hashtags

#alexknowswheretoeat
e
#alexknowswheretodrink

Mas como disse, ainda cozinho. Quer dizer, tem de ser. Seria bom ter um cozinheiro ou um sushi-man em casa a tempo inteiro (pelo menos foi o argumento que tentei defender há umas horas atrás, enquanto estava num almoço maravilhoso no recente BB Villa em Vila Nova de Gaia, Portugal), mas todos sabemos que tal não vai acontecer. E seria bom ter mais tempo para criar pratos diferentes, mas por vezes tudo o que preciso é de uma refeição simples e agradável. Como este tagliatelle com bacon e tomate que cozinhei esta noite.

Aqui está a receita:

Ingredientes:

300g tagliatelle
água e sal (para cozinhar o tagliatelle)
3 dentes de alho (picados)
200g bacon
250g tomate picado
1 colher de sopa manteiga
tomilho seco



Cozam o tagliatelle durante cerca de 20 minutos.

Adicionem os dentes de alho e o bacon a uma frigideira aquecida. Deixem fritar. Entretanto, adicionem a manteiga, para dar sabor.

Quando o bacon estiver frito, juntem o tagliatelle (escorrido). Mexam.

Adicionem o tomate e mexam novamente.

Finalmente, sirvam com tomilho seco.



Bom apetite!




Friday, January 1, 2016

Feliz 2016! // Happy 2016!


Uma das minhas resoluções para 2016: encontrar mais tempo para publicar. Um dos meus desejos para 2016: que sejamos todos capazes de reconhecer a felicidade quando está mesmo à nossa frente.

FELIZ 2016!

//

One of my resolutions for 2016: find more time to post. One of my wishes for 2016: that we may all recognize happiness when it's right in front of us.

HAPPY 2016!

Wednesday, August 26, 2015

M'Ar De AR Aqueduto


I needed a few days to relax before getting back to work [I still can't believe there's only ONE holiday before Christmas], and that's what I got. THAT and a lot more.

Starting with the fact that my holidays in the Alentejo (Évora) were divided in two parts. First, because I couldn't get any extra days at M'Ar De AR Aqueduto when we first stayed there for 3 nights (that's how great it is), and especially because indeed we found our days there so great that we didn't mind the 380km just to be able to enjoy a couple of extra days, a week and a half later. And yes, had I the time now, I wouldn't even blink and head there again.


We had already been there a couple of years ago, and it was such a nice surprise to be welcomed with a puzzling face and the cautious comment: "Haven't you been here before?". That could actually be one of the key moments of our stay(s) - we heard it once again, when we went back. The staff is attentive, polite yet very friendly, allowing us to have our space but also keen and active to solve any problems they predict their guests are having.

The hotel is located right at the beginning of one of the entrances of the wall, making it easy to walk around the city's historical centre. There are lots of historic sites, as well as nice stores, cafés and restaurants (be careful and book in advance: many of the restaurants are rather small). Besides, the hotel has free parking. Meaning we didn't move the car - not even once.


The 5-star hotel has 64 bedrooms. During our first part of the holidays we stayed on the ground floor and had a cute small garden to ourselves which lead to the pool area, while in our final stay we were on the first floor, also facing the garden (see pictures).

We enjoyed the warm sunny Alentejo weather by the pool most of the time, reading, sunbathing and swimming. And trying to guess which countries all the guests came from. There were breaks for sleeping, drinking and eating - Degust'AR: what a great experience. And hitting the sauna.

Here are a couple of pictures I took: 
Precisava de alguns dias para relaxar antes de voltar ao trabalho [ainda não acredito que só há UM feriado antes do Natal], e foi isso que tive. ISSO e muito mais.

A começar com o facto de as minhas férias no Alentejo (Évora) terem sido divididas em duas partes. Primeiro, porque não consegui mais dias extra no M'Ar De AR Aqueduto quando fiquei lá na primeira vez durante 3 noites (para verem como é bom), e especialmente porque realmente sentimos que os nossos dias lá foram tão bons que não nos importámos de fazer outra vez 380km para aproveitar mais uns dias extra, uma semana e meia depois. E sim, se eu tivesse tempo agora, nem pestanejava e corria para lá outra vez.

Já lá tínhamos estado há alguns anos atrás, e foi uma surpresa tão boa sermos recebidos com uma cara intrigada e o comentário cauteloso: "Não estiveram já cá?". Esse podia realmente ser um dos momentos-chave da(s) nossa(s) estadia(s) - voltámos a ouvi-lo quando lá regressámos. Os funcionários são atentos, educados mas muito afáveis, não invadem o nosso espaço mas ao mesmo tempo esforçam-se por resolver quaisquer problemas que prevejam que os hóspedes estejam a ter. 

O hotel fica localizado numa das entradas da muralha, o que facilita os passeios a pé pelo centro histórico da cidade. Há muitos monumentos históricos, assim como lojas, cafés e restaurantes simpáticos (sejam precavidos e reservem antecipadamente: muitos dos restaurantes são bastante pequenos). Para além disso, o hotel tem parque grátis. O que significa que não mexemos o carro - nem sequer uma vez.

O hotel de 5 estrelas tem 64 quartos. Durante a primeira parte das nossas férias ficámos no rés-do-chão e tínhamos um jardinzinho muito giro que levava à piscina, enquanto que na nossa segunda estadia ficámos no primeiro andar, também virados para o jardim (ver fotos).

Aproveitámos o tempo quente do Alentejo à beira da piscina na maior parte do tempo, a ler, a apanhar banhos de sol e a nadar. E a tentar adivinhar de que países vinham todos os hóspedes. Houve intervalos para dormir, beber e comer - Degust'AR: que grande experiência. E para ir até à sauna.


Aqui ficam algumas fotos que tirei:




As I've written, Degust'AR is an unbelievable experience - which I tried to document on my INSTAGRAM account. From the salmon to the veal, the read mullet or the duck salad, every dish is carefully designed. I don't know, to me, it felt the chef was really having fun, playing with every flavour and texture - and our senses.

We loved the explanations given by the waiter during our tasting menu experience (try it if you can). One thing is to taste a dish, quite another is to let you in on some of its "secrets". Knowing which ingredients a dish has kind of awakens one's senses to the combinations - I don't know why some restaurants don't do this more often.



Some of my favourites: the gyozas (had them twice, and would order more now, if I could have them delivered to my home) and the sushi - I ordered menu 1 (he ordered menu 2; on the background): only 15€ each; plus Hot Rolls Sunrise (not on the pictures), 10 pieces for 12€. Loved the cut and flavour of the sashimi pieces, and ah!, the uramaki, hosomaki, nigiri... I'm SO going to miss it...

Como escrevi, o Degust'AR é uma experiência incrível - que tentei documentar na minha conta de INSTAGRAM. Do salmão ao novilho, ao salmonete ou à salada de pato, cada parto é concebido cuidadosamente. Não sei, senti que o chef estava realmente a divertir-se, a brincar com cada sabor e textura - e com os nossos sentidos.

Adorámos as explicações dadas pelo empregado de mesa durante a nossa experiência com o menu de degustação (experimentem se puderem). Uma coisa é provar um prato, outra bastante diferente é darem-vos a conhecer alguns dos seus "segredos". Saber que ingredientes compõem um prato como que desperta os nossos sentidos para as combinações - não sei por que é que alguns restaurantes não fazem isto mais vezes.

Alguns dos meus preferidos: as gyozas (provei duas vezes, e pedia mais agora, se as pudessem entregar cá em casa) e o sushi - pedi o menu 1 (ele pediu o menu 2; no background): apenas 15€ cada; mais Hot Rolls Sunrise (não estão nas fotos), 10 peças por 12€. Adorei o corte e sabor das peças de sashimi, e ah! os uramaki, os hossomaki, os niguiri... Vou sentir TANTO a falta...


Finally, some of the wines we had these holidays (nice cellar):

DOURO WINES
- Vallado 2014
- Duas Quintas 2012

ALENTEJO WINES
- Comenda Grande - Verdelho
- Cartuxa (red and white)
Finalmente, alguns dos vinhos que provámos estas férias (bela garrafeira):

VINHOS DO DOURO
- Vallado 2014
- Duas Quintas 2012

VINHOS DO ALENTEJO
- Comenda Grande - Verdelho
- Cartuxa (branco e tinto)

 

To sum up: AMAZING holidays in an amazing place. // Resumindo: férias FANTÁSTICAS num lugar fantástico.


M'Ar De AR Aqueduto - Historic Design Hotel & Spa | Restaurante Degust'AR - Évora

Rua Cândido dos Reis, 72
7000-782 Évora

Reservations // Reservas: Tlm.: (+351) 266 739 302 // E-mail: reservas@mardearhotels.com

Saturday, August 22, 2015

L'Kodac, Praia do Aterro, Leça da Palmeira


One of THE places to be this summer: L'Kodac.

Beautiful people framed in a stylish yet comfortable decoration, pleasant staff, incredible view over the beach. For a meal - I recommend the sushi - or for a couple of drinks with friends. Try the amazing praliné parfait or the tangerine ice cream [in the photos below, taken in July and August].

Inside, the decorative pillows and the giant vases stand out. Outside, your eyes can hardly concentrate on just one thing: the people, the colourful drinks, the view, the decoration - and oh! those enormous sofas where you can be with your friends and let time fly.

Um DOS sítios onde estar este verão: L'Kodac.

Pessoas lindas emolduradas numa decoração cheia de estilo mas confortável, funcionários agradáveis, vista incrível para a praia. Para uma refeição - recomendo o sushi - ou para umas bebidas com amigos. Experimentem o parfait de praliné ou o gelado de tangerina [nas fotos abaixo, tiradas em julho e agosto].

Lá dentro, destacam-se as almofadas decorativas e as jarras gigantescas. Lá fora, os vossos olhos mal se conseguem concentrar em apenas uma coisa: as pessoas, as bebidas coloridas, a vista, a decoração - e oh! aqueles sofás enormes onde podem estar com os vossos amigos e deixar o tempo voar.




L'Kodac | Restaurante & Bar - Praia do Aterro

Website: L'Kodac: http://www.lkodac.com

Avenida Coronel Hélder Ribeiro
Praia do Aterro
4450 Leça da Palmeira

GPS: 41º 12'33.37"N   8º42'49.23"W
Infoline: info@lkodac.com 
Reservations // Reservas: Tlm.: (+351) 914 992 621

Lunch and Snacks // Almoço e Lanche - Every day // Todos os dias
Dinner // Jantar - Tuesday to Thursday (8.30pm to 11pm) // Terça a Quinta (20h30 às 23h00)
Dinner // Jantar - Friday, Saturday and Holiday Eves (8.30 pm to 12am) Sexta, Sábado e Vésperas de Feriado (20h30 às 24h00)